31 julio, 2021

JOÃO MOURA JR 1º NO ESCALAFÓN.

Balanço – Temporada 2010.
A temporada 2010 chegou ao final é tempo de fazer um balanço sobre o trabalho realizado ao longo dos últimos meses que foram intensos mas muito valorosos.

Balanço – Temporada 2010.
A temporada 2010 chegou ao final é tempo de fazer um balanço sobre o trabalho realizado ao longo dos últimos meses que foram intensos mas muito valorosos.
Tal como tínhamos referido aquando do balanço do ano passado, pretendia-se que 2010 fosse um ano de êxitos mais importantes e se possível com maior número de corridas e pelas mais prestigiadas praças do mundo, o desafio era sério e ao mesmo tempo motivador.
O Inverno mostrou-se longo e rigoroso, a preparação de novos cavalos foi decorrendo a bom ritmo e os frutos viriam a ser colhidos mais tarde.
Chegaram novos cavalos, para o tércio de saída o Xeque-Mate e o Da Vince para o tércio de banderilhas o Spartacus e para o último tércio o Zacarias.
A exigência da casa Moura é enorme daí também a importância em apostar em novas montadas e optimizar os cavalos que transitaram da época anterior, alguns deles ainda com poucos toiros lidados, como por exemplo o Rio Grande o Perera ou o Cordobés.
João Moura Jr utilizou ao longo da temporada nada mais nada menos que 20 cavalos (Da Vinci, Xeque Mate, Barbero, Flamenco e ainda o Zacarias) foram utilizados no tércio de saída, (Belmonte, Salteador, Merlin, Perera, Spartacus, Castella, Cordobés, Rio Grande, Poker, Rincón, Sincero, Belmontim e Descarado), no tércio de banderilhas, ainda o (Gringo e o Morenito) no último tércio.
O Morenito foi a montada mais utilizada com 88 toiros lidados, no tércio de saída o Da Vinci foi quem mais toiros recebeu, 52 no total e no tércio de banderilhas o Salteador foi quem mais vezes marcou presença ao longo da temporada.
A Temporada começou a 06 de Fevereiro em Candeleda e terminou a 14 de Outubro no Campo Pequeno totalizando 62 corridas entre Portugal (9 Corridas, 3 das quais nos Açores), Espanha (52 Corridas) e França (1 Corrida). Destaque para a presença nas mais importantes praças do Mundo, como por exemplo Madrid, Sevilha, Lisboa com duas presenças, Zaragoza, Barcelona, Santarém entre outras.
Em Portugal marcou presença por algumas das principais praças, duas presenças em Lisboa onde voltou a sair em ombros pela porta grande continuando a ser o cavaleiro com mais saídas em ombros nesta praça desde a sua reabertura. Como diz o ditado “poucas mas boas”.
Em França marcou presença num festejo em Saint Vincent de Tyrosse, que dividiu num bonito mano a mano com Francisco Palha e onde mais uma vez evidenciou o seu toureio.
Em Espanha terminou a temporada no 1º lugar do Escalafón contabilizando 58 festejos obtendo 113 Orelhas e 7 Rabos em 116 reses lidadas.
Feito histórico que há 17 anos não era alcançado por um estrangeiro em Espanha, sendo que em 1993 foi seu pai, maestro João Moura a alcançar este lugar.
Realce para a forma como a quadra se apresentou ao longo da temporada de onde se destacam alguns dos melhores momentos.
O Xeque Mate que depois do seu debute em Talayuela não mais parou e corrida após corrida mostrou ser uma grande mais valia, a forma como aborda e recebe os toiros é única e a afición gosta deste tipo de cavalos, sem dúvida a grande revelação da temporada.
O Barbero pela segurança que sempre apresentou quando foi solicitado e pelas porta-gaiola efectuadas em Lisboa foi uma vez mais imprescindível para dar um toque de classe logo desde o inicio das lides. O Merlin que permitiu bordar o toureio em Madrid, Sevilha ou Lisboa com prestações absolutamente irrepreensíveis com a arte que lhe é característica deixando tudo e todos rendidos à sua plasticidade.
A lide do Castella em Lisboa a 01 de Julho, que foi apenas uma das mais completas da temporada, mandou como quis e entendeu proporcionando uma lide e um êxito notável.
O Gringo pela forma como ao longo da temporada se manteve en su sítio permitindo o uso do rojão de forma eficaz cortando as orelhas que dariam a tão procurada liderança do escalafón.
Os ferros impossíveis do Perera deixaram marca e a forma magistral como o Rio Grande começa a atrair as atenções antevêem um 2011 prometedor… No que respeita ao sítio de internet ( www.joaomourajr.com) as visitas duplicaram estando nesta altura acima dos cinquenta mil visitantes, foram publicadas fotos de vários fotógrafos que desde já agradecemos a sua cedência (António Santos, Carlos Nuñez, Ricardo Relvas, Francisco Ramirez e Pedro Sampaio).
Durante a corrente temporada o cavaleiro João Moura Jr apostou também na sua imagem de apresentação e promoção quer na distribuição de flyer’s promocionais, calendários e Pólos para os seus moços de quadra. Dessa forma foram efectuados alguns trabalhos no decorrer da temporada que abaixo indicamos.
Imagem 1.
Pólos dos Moços de Quadra.
Imagem 2 – Flyer’s e Calendarios.
O Cavaleiro João Moura Jr, agradece a todos os que de alguma forma contribuíram para o êxito desta Temporada, aficionados, amigos, empresários, colaboradores e demais colegas de profissão.
Da mesma forma que enaltece o espírito positivo vivido ao longo da temporada pelos seus colegas com os quais compartiu tarde após tarde. Por fim as melhoras a todos o que sofreram lesões que os impediram de praticar a sua profissão e desfrutar desta arte tão apreciada por todos os que dela fazem vida, especialmente à colega Noélia Mota a quem deseja rápidas melhoras e muita força para o futuro.
O nosso OBRIGADO!.
www.joaomourajr.com.
press@joaomourajr.com
Corridas:
1. 06 Fevereiro – Candeleda (Espanha).
2. 23 Abril – Zaragoza (Espanha).
3. 25 Abril – Sevilha (Matinal).
4. 25 Abril – Talayuela (Espanha).
5. 01 Maio – Trujillo (Espanha).
6. 02 Maio – Lucena (Espanha).
7. 15 Maio – Corral de Almaguer (Espanha).
8. 19 Maio – Madrid (Espanha).
9. 22 Maio – Ricla (Zaragoza).
10. 23 Maio – Barcelona (Espanha).
11. 10 Junho – Santarém.
12. 11 Junho – Plasência (Espanha).
13. 26 Junho – Aldea del Fresno (Espanha).
14. 27 Junho – Alcácer do Sal.
15. 28 Junho – Segovia (Espanha).
16. 01 Julho – Lisboa.
17. 02 Julho – Burgos (Espanha).
18. 09 Julho – Portalegre.
19. 10 Julho – Santa Amália (Espanha).
20. 23 Julho – Angra do Heroísmo (Açores).
21. 26 Julho – Saint Vincent de Tyrosse (França.
22. 31 Julho – Navas de Pino (Espanha).
23. 01 Agosto – Marbella (Espanha).
24. 03 Agosto – Plasência (Espanha).
25. 06 Agosto – Ayamonte (Espanha).
26. 07 Agosto – Graciosa (Açores).
27. 09 Agosto – Graciosa (Açores).
28. 13 Agosto – Valverde del Camino (Espanha).
29. 14 Agosto – Abiul.
30. 15 Agosto – NavalVillar de Pela (Espanha).
31. 15 Agosto – Herrera de Duque (Espanha).
32. 16 Agosto – Villarobledo (Espanha).
33. 17 Agosto – Burgos de Osmos (Espanha).
34. 18 Agosto – Leganés (Espanha).
35. 21 Agosto – Aracena (Espanha).
36. 22 Agosto – Antequera (Espanha).
37. 24 Agosto – Sabiote (Espanha).
38. 25 Agosto – Montehermoso (Espanha).
39. 27 Agosto – Alcala de Henares (Espanha).
40. 29 Agosto – Casas Ibañes (Espanha).
41. 31 Agosto – San S. de Los Reyes (Espanha).
42. 01 Setembro – Illescas (Espanha).
43. 03 Setembro – Motilla del Palancar (Esp).
44. 04 Setembro – El Casar de Cáceres (Esp).
45. 05 Setembro – El Jimenado (Espanha).
46. 08 Setembro – Castuera (Espanha).
47. 08 Setembro – Montijo (Espanha).
48. 09 Setembro – Navamorcuendo (Espanha).
49. 10 Setembro – Alcañiz (Espanha).
50. 11 Setembro – Villarubia de los Ojos (Esp).
51. 12 Setembro – Valencia de Don Juan (Esp).
52. 13 Setembro – Los Yébenes (Espanha).
53. 14 Setembro – Tordesillas (Espanha).
54. 16 Setembro – Piedrabuena (Espanha).
55. 17 Setembro – Guadalajara (Espanha).
56. 18 Setembro – Carracalejos (Espanha).
57. 19 Setembro – Casatejada (Espanha).
58. 25 Setembro – VillaRubia de Santiago (Esp).
59. 02 Outubro – Úbeda (Espanha).
60. 03 Outubro – Zafra (Espanha).
61. 04 Outubro – Alcuescar (Espanha).
62. 14 Outubro – Lisboa.

Deja un comentario